MATÉRIAS PUBLICADAS

SP tem quatro hospitais da rede pública com 100% de ocupação

SP tem quatro hospitais da rede pública com 100% de ocupação

Quatro hospitais da cidade de São Paulo registravam 100% de ocupação dos leitos de UTI para tratamento da Covid-19 nesta terça-feira (19).

O Hospital da Cruz Vermelha, localizado na Avenida Moreira Guimarães, em Indianópolis, na Zona Sul de São Paulo, não tem mais vagas na Unidade de Terapia Intensiva.

Todos os 20 leitos disponíveis estão ocupados. O mesmo problema ocorre em outra instituição filantrópica, a Santa Casa de Santo Amaro, também na Zona Sul, com 20 leitos de UTI destinados para casos de Covid-19 e todos ocupados.

Nos hospitais municipais, os 34 leitos do Hospital Carmem Prudente, no Centro, e os 10 leitos do Hospital São Luiz Gonzaga, na Zona Norte, estão todos ocupados.

Dentre os hospitais que não têm mais vagas são:

    Hospital da Cruz Vermelha (20 leitos de UTI, todos ocupados)
    Santa Casa de Santo Amaro (20 leitos de UTI, todos ocupados)
    Hospital Carmem Prudente: (34 leitos de UTI, todos ocupados)
    Hospital São Luiz Gonzaga: (10 leitos de UTI, todos ocupados)

Estado de alerta

    Hospital Bela Vista: 88% da ocupação de UTI
    Hospital Tide Setúbal: 73%
    Hospital Santa Marcelina: 89%

Índice corresponde aos leitos da rede municipal ou que foram contratados pela Prefeitura de São Paulo para atender a demanda no sistema público.

Rede privada estadual

Levantamento feito pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo, divulgado no último sábado (16), aponta que a sobrecarga também afeta a rede particular.

Cerca de 64% dos hospitais particulares do estado de São Paulo registra mais de 80% de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados.

Ainda de acordo com os dados, no dia 13 de janeiro, apenas 14% dos hospitais privados tinham até 40% dos leitos ocupados.

A pesquisa foi feita em 76 hospitais de 15 das 17 regiões administrativas estaduais, o que representa 20% dos 383 hospitais aptos a tratar pacientes com a doença.

Além disso, 86% desses hospitais registraram aumento nas internações nas duas primeiras semanas de 2021.




< Voltar

Copyright 2021 - Rádio Multi FM    •    Grupo Alphanet Hosting